A 7ª edição do evento O Melhor de Portugal em Bruxelas realizou-se nos dias 4 e 5 de Maio, organizado exclusivamente pela CAP.

O Melhor de Portugal (MDP) já soma sete edições no Parque do Cinquentenário em Bruxelas e mantém fiel o conceito de promoção de Portugal e da sua cultura às portas da União Europeia.

“Bruxelas já tem uma comunidade portuguesa considerável, e mantém uma atividade económica consistente e de qualidade, ao nível dos setores da restauração, serviços, transportes, construção, turismo, design e tecnologias de informação. 

São estes agentes económicos que se pretende, também, promover de forma a dar mais visibilidade aos serviços de excelência prestados pela comunidade portuguesa” referiu o presidente da CAP, Eduardo Oliveira e Sousa.

Também o secretário-geral da organização acrescentou que acontece, frequentemente, os pequenos produtores não terem capacidade para suportar os custos associados a uma presença numa feira internacional.  Nesse sentido, Confederação procura estabelecer sinergias com as Câmaras Municipais para que “as próprias façam representações e convidem os seus agricultores a viajar até cá. 

É uma forma de proporcionar o acesso aos produtores mais pequenos. De outra forma não seria possível”, explicou Luís Mira.

Apresentar o melhor de Portugal e defender os interesses dos agricultores nacionais continua a ser o lema desta iniciativa que, para além da excelência dos produtos agroalimentares, nomeadamente os vinhos, queijos, enchidos, azeites, méis, frutas e hortícolas, permite igualmente mostrar alguma da nossa cultura, artesanato, bailado, música, no ambiente que envolve os expositores.