Encerrada com sucesso a FNA18, a organização vai agora respirar fundo antes de iniciar a preparação da próxima Feira Nacional de Agricultura que em 2019 se irá centrar no tema “Vinha e Vinho”.

Durante 9 dias, a 55ª Feira Nacional de Agricultura / 65ª Feira do Ribatejo foi o centro das atenções da agricultura nacional, com uma presença alargada de expositores, representando quase todo o sector e apresentando simultaneamente características tradicionais e festivas, que fazem desta feira um acontecimento único no país.

Tendo escolhido como tema central o sector do “Olival e Azeite”, a FNA18 deu a conhecer algumas das mais avançadas tecnologias e novidades da actividade agrícola, e foi anfitriã da primeira edição do World Olive Oil Summit, que incluiu a Conferencia Internacional onde participaram os comissários Phil Hogan e Carlos Moedas, acompanhados do Primeiro-ministro António Costa, e do ministro da Agricultura, Capoulas Santos.

Em conversa com a comunicação social, o administrador executivo do Centro Nacional de Exposições, Luís Mira, mostrou satisfação e optimismo com o resultado da FNA18, quer pela quantidade de visitantes, que já ultrapassam os 202 mil quando ainda falta apurar os números finais, quer pelo elevado interesse na participação de expositores e aumento da área ocupada pelas empresas que quiseram marcar presença no evento para divulgação dos seus produtos e serviços, “presença e investimento na Feira” que muito agradeceu.

O também secretário-geral da Confederação dos Agricultores de Portugal, Luís Mira, não deixou de referir as presenças institucionais, com um destaque muito especial para o sempre entusiasta Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que inaugurou o certame na tarde do dia 2 de junho.

A merecer também destaque particular, Luís Mira salientou a participação do Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan, que debateu em Santarém com agricultores de vários países temas quentes como a diminuição dos fundos comunitários para o setor agrícola e considerou que a “Feira Nacional de Agricultura é cada vez mais um evento internacional devido à sua dimensão e à presença de muitas individualidades estrangeiras.”