No dia 16 de maio, a Confederação dos Agricultores de Portugal em pareceria com a revista Fórum Estudante promove a segunda edição do Dia Nacional da Agricultura na Escola.

Cerca de 230 escolas desenvolvem atividades de divulgação e promoção da agricultura junto dos seus alunos, através de jogos, passatempos, aulas especiais, encontros com profissionais, entre outras atividades.

A CAP mobilizou a sua estrutura, com cerca de 70 técnicos dos serviços centrais e regionais e um conjunto de responsáveis associativos que, no seu conjunto, abrange a maioria das escolas participantes.

O presidente da CAP, Eduardo Oliveira e Sousa, deslocou-se aos Açores para estar com os jovens estudantes açorianos e o secretário-geral da Confederação, Luís Mira, marcou presença na Escola Básica do D. Fernando II, em Sintra, juntamente com o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e o Secretário de Estado da Agricultura, Luís Vieira.

Esta ação visa sensibilizar os jovens portugueses para a importância estratégica da agricultura, do mundo rural e do desenvolvimento sustentável no nosso país, procurando aproximar do setor agrícola os estudantes portugueses dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos de escolaridade e do ensino secundário.

Depois de, em 2017, a temática se ter centrado na “Dieta Mediterrânica”, este ano, o tema é a “Água”, colocando em evidência a importância deste recurso para o setor agrícola e para a sociedade de uma forma geral. Em 2017, através da participação de cerca de 200 escolas, foram envolvidos mais de 20 mil alunos, entre os 6 e os 18 anos.

O Dia Nacional da Agricultura na Escola conta com a colaboração da Direção-Geral de Educação (DGE) e da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), que preparou um guia para a dinamização de atividades.

A iniciativa insere-se no Redescobrir a Terra, um programa conjunto da CAP e da Fórum Estudante que pretende levar os portugueses, nomeadamente os jovens, a revalorizar a agricultura, o mundo rural, o ambiente e o desenvolvimento sustentável.