A publicação «Fitonotícias» do ICNF anuncia um novo Plano de Ação para Nemátodo da Madeira do Pinheiro para o período 2018-2022, findo a vigência do Plano NMP 2013-2017.

Terminado o Plano de Ação Nacional para Controlo do Nemátodo-da-madeira-do pinheiro 2013-2017, o Instituto de Conservação na Natureza e das Florestas (ICNF) informa, no seu boletim «Fitonotícias», a elaboração de um novo plano de ação para o período 2018-2022 “que enquadra as medidas e ações de controlo do NMP” dando sequência ao estipulado no artº 5º do Decreto-Lei nº95/2011, e no artº 9º da Decisão de Execução nº 2012/535/UE, “consagrando uma nova estratégia assente na governança do risco”.

Segundo o ICNF, surge assim um plano “que se caracteriza por ajustar as ações a prioridades decorrentes do risco de dispersão no NMP para a Zona Tampão (ZT) e para a sua área adjacente (ADJZT), permitindo uma atuação mais eficaz e eficiente de Portugal na aplicação das medidas de emergência para controlo do NMP”.

De acordo com os autores, “a relevância do novo plano justifica-se ainda pela grande extensão de área florestal que ficou mais suscetível à infestação após os incêndios de 2017 e pelo conhecimento emergente resultante da implementação da Agenda de Investigação e Inovação do Centro de Competências do Pinheiro-bravo, no âmbito dos Grupos Operacionais apoiados pelo PDR2020.”


O boletim informativo do ICNF sobre fitossanidade florestal, «Fitonotícias» pode ser consultado em computador, tablet ou smartphone, através da aplicação gratuita ISSUU, acedendo a http://issuu.com/icnffito/docs