Termina a 31 de Dezembro, o prazo para concorrer à 2ª edição do Prémio Floresta e Sustentabilidade, um galardão inteiramente dedicado à fileira florestal portuguesa, desenvolvido pela CELPA.

A Associação da Industria Papeleira estabeleceu quatro categorias para as candidaturas deste ano, todas com prazo a decorrer até 31 de Dezembro, com exceção apenas para a categoria “Escola e Floresta”, destinado a alunos do ensino secundário que se prolonga até 31 de janeiro de 2019.

O Prémio Floresta e Sustentabilidade tem periodicidade bienal e o seu objetivo é reconhecer e distinguir projetos sustentáveis e inovadores na área dos recursos florestais. O primeiro prémio de cada categoria tem o valor de 5 mil euros.

As quatro categorias a concurso são as seguintes:

Gestão e Economia da Floresta: Prémio que pretende distinguir projetos e/ou negócios sustentáveis lançados por associações de produtores, produtores, empresas florestais, empresas não florestais, prestadores de serviços ou outras entidades.

Floresta e Comunidade: Prémio que pretende distinguir projetos de educação ambiental e florestal provenientes de ONG, autarquias ou outras entidades, incluindo pessoas individuais, que tenham projetos de proteção da floresta.

Inovação e Ciência: Prémio que distingue projetos inovadores provenientes da academia ou outras entidades relacionadas com a área. Podem candidatar-se a esta categoria trabalhos na área das ciências exatas, sociais, humanas e naturais, entre outras.

Escola e a Floresta: Prémio que distingue projetos de escolas através de trabalhos realizados por alunos que frequentem o 10º, 11º e 12º anos, e coordenados por docentes. O tema é “O Valor da Floresta em 3 minutos” e deverá ser apresentado em formato vídeo (com cerca de 3 minutos).

As candidaturas serão analisadas pela PwC e avaliadas por um júri de quinze elementos, reconhecido na área da floresta em Portugal, no qual participa o Presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal.

Esta iniciativa da CELPA conta com a parceria do Jornal de Negócios e do Correio da Manhã, contando também com o apoio técnico da PwC e com o patrocínio do Ministério da Agricultura.

Mais informações em www.premiofloresta.cmjornal.xl.pt.